Receita da semana: Dadinho de tapioca com molho de pimenta 🍽️👩‍🍳

Toda vez que a Ingrid vem aqui com a Luana, eu já sei qual vai ser o cardápio. Ela realmente gostou do meu carinho em forma de dadinhos.

Para quem quiser experimentar, é uma receita fácil e rápida. Só precisa de um tempo de geladeira, portanto o ideal é começar umas 3 horas antes de servir. Mas o preparo é super rápido. Segue a receita.

Para o Dadinho, você vai precisar:

  • 250g de tapioca granulada
  • 300g de queijo coalho ralado
  • 500ml de leite
  • Sal a gosto
  • Óleo e frigideira funda para a fritura (no como fazer passo as outras opções)
  • Tabuleiro
  • Filme plástico
  • Colher de pau

Coloque o leite numa panela larga e deixe ferver. No momento que levantar a fervura. Apague o fogo e vá acrescentando a tapioca aos poucos, mexendo para hidratar bem. Quando a tapioca tiver absorvido todo o leite, acrescente o queijo até incorporar e depois acerte o sal.Abra a massa no tabuleiro, deixando com cerca de 2 dedos de altura. Cubra com o filme, mas faça alguns furinhos para deixar o calor sair e deixe na geladeira por cerca de 2 horas.Após resfriar, retire do tabuleiro e corte em quadrados. Para isso faça tiras com 2 com de largura.Frite por imersão no óleo quente. Aqui em casa fazermos na Airfryer. São 20 minutos à 200g de temperatura.Você também pode fazer no forno. Para isso, ao colocar no tabuleiro faça mais fino, com no máximo 2cm de altura e corte em tiras. Geralmente são de 15 a 20 minuto, no forno alto.
(Continua depois da foto)

O que você vai precisar para o molho agridoce de pimenta🌶️:

  • 2 pimentas dedo de moça, sem sementes, bem picadinhas
  • 1 dente de alho amassado
  • 200ml de mel
  • 2 colheres de molho de tomate
  • 2 colheres de sopa de vinagre
  • 2 colheres de sopa de azeite
  • Uma panela pequena e colher

Esquente o azeite e coloque o alho para dourar. Junte a pimenta, e refogue pouco antes de acrescentar o molho de tomate. Deixe cozinhar por um instante e acrescente o mel e o vinagre.Apague o fogo e deixe esfriar.E bom apetite!

Macarrão a putanesca – Macarrão das Vadias 🍝

Quem não adora um macarrão com molho temperado e saboroso? Vocês vão reparar ao longo do tempo que é a minha comida favorita, portanto vocês vão ver muuuitas receitas de massa aqui.😂

A receita básica de massa vai aqui. Você pode misturar os ingredientes a mão ou usar o processador. De qualquer jeito você vai precisar sovar até ela ficar bem lisa e homogênea. Segue a receita:

  • 500g de farinha de trigo
  • 5 ovos
  • 2 gemas
  • 2 colheres de chá de sal
  • 1 colher de chá de azeite de oliva extra virgem

Eu não costumo salgar muito a massa, mas você pode colocar mais meia colher. Como o molho a putanesca leva ingredientes bem salgados, melhor não correr o risco de salgar a comida.

Depois de bater bem, caso você não tenha a máquina de macarrão, abra a massa até a espessura de 3mm e corte com a faca tiras não muito largas. Se tiver, abra a massa até fazer tiras na posição 5 e passe no cortador de espaguete.

Eu faço antes pra poder limpar a cozinha. Depois e só armazenar enrolado no filme plástico, na geladeira.

Agora vamos o molho. Ele é muito simples, fácil, rápido e saboroso:

  • 3 colheres de sopa de azeite
  • 8 filés de anchova, escorridos e picados
  • 2 dentes de alho picados ou amassados
  • 1/2 colher de pimenta calabresa
  • 2 latas de tomates pelados
  • 150g de azeitonas pretas picadas
  • 2 colheres de sopa bem cheias de alcaparras lavadas e escorridas
  • Salsinha picadinha

Coloque o azeite em uma panela larga ou wok, Acrescente as anchovas, e vá desmanchando os filés com a colher. Deixe por 3 minutos. Depois acrescente o alho e a pimenta. Junte os tomates picados ou amassados pelas mãos. Coloque as azeitonas e alcaparras. A receita original manda cozinhar em fogo alto por cerca de 10 minutos. Particularmente eu prefiro o cozimento lento para molho de tomates pois assim o molho não fica muito ácido, portanto cozinhei em fogo baixo por cerca de 40 minutos.

Cozinhe o macarrão em água quente e jogue na wok com molho. Junte uma colher da água do cozimento, e misture bem em fogo alto até ficar homogêneo.

Acrescente a salsinha fresca e picada na hora de servir.

Espero que gostem. Eu amo!

02/04 – Dia Mundial de Conscientização sobre o Autismo

Hoje é o Dia Mundial de Conscientização sobre o Autismo, data em que estimulamos vestir nossos corpos e cidades com a cor azul, para dar visibilidade a uma condição que afeta 1 em cada 59 pessoas no Mundo, segundo dados de 2018. Daí eu vesti azul, mas o meu rapaz teve que usar o uniforme mesmo.⠀⠀
Dar visibilidade ao que acontece ao seu redor de forma alguma é uma maneira de pedir por uma cura, inexistente. Sabemos disso. É uma forma de chamar sua atenção para aprender mais sobre o que é e como ajudar uma pessoa dentro do Espectro. É tentar dar outros olhos para acabar as visões limitantes e preconceituosas que existem em relação as pessoas que se encontram dentro do Transtorno do Espectro Autista.É tentar fazer você descobrir que o autismo não tem cara, não tem idade, não tem cura e não é adjetivo. É tentar combater a ignorância com informação.É mostrar que são pessoas, como tantas outras, que tem qualidades e defeitos. Que comentem erros e acertos. E que na maioria das vezes vai precisar um pouco mais de paciência e boa vontade de nossa parte. Por que no fundo, todo mundo é diferente! <3#autismo #tea #espectroautista #wordautismawarenessday
#autismo #autismodiario #autismoerealidade #autismoeinclusão #autismonaoedoenca #autismonãoédoença #autismotemtratamento #autismorealidade #autismonaoeadjetivo #autismonaotemcara #entendendoautismo #transtornodoespectroautista #transtornodoespectrodoautismo #espectroautista #autista #autistas
#todomundoediferente

E teve Masterchef!

Demorei, queimei a largada, mas ontem finalmente começou o meu MasterChef Br.
Luana e Ingrid foram lá pra casa e fiz para iniciar os trabalhos, um prato só:
Bacalhau com natas e crocante de castanha do Brasil. 🙂

Não é uma receita muito trabalhosa e o preparo é rápido, acho um prato ótimo para quando você vai receber visitas e quer um prato único. Ele sozinho já dá o que falar, mas quem quiser pode complementar com um arroz branco ou de brócolis.

Semana que vem fui desafiada: vou saber com antecedência a proteína mas só irei conhecer os demais ingredientes quando elas chegarem lá em casa 2 horas antes. Já estou sofrendo de ansiedade! =D

De mais, segue a receita:

1 kg de batatas cortadas em rodelas
1 kg de bacalhau em lascas ou postas, já dessalgado
2 gemas
200g de castanha do pará picadas grossamente
400g de creme de leite fresco
2 colheres de manteiga
2 colheres de farinha de trigo
500 ml de leite integral gelado
1 maço de contro
1 maço de cebolete
2 cebolas
noz moscada a gosto
pimental do reino a gosto
sal a gosto
azeite

Preparo:

– Separe todos os ingredientes
– plPique as cebolas em brunoise (quadradinhos)
– Pique o coentro e as ceboletes e reserve
– Em uma panela escalde o bacalhau. Reserve a água;
– Na mesma água cozinhe a batata até ela ficar ao dente. Reserve para montagem;
– Derreta a manteiga e acrescente a farinha e até ela absorver toda a gordura. Continue mexendo até ficar bem dourado;
– Retire a panela do fogo e com um fouet, acrescente o leite, misturando muito bem para não empelotar e volte com panela ao fogo até engrossar;
– Depois que engrossar, diminua o fogo e sem parar de mexer acrescente as gemas e o creme de leite. Deixe no fogo até virar um creme bem espesso.
– Tempere com sal, pimenta e noz moscada ao seu gosto. Retire do fogo e reserve.
– Em uma nova panela, regue generosamente com o azeite e doure metade das cebolas.
– Refogue o bacalhau. Ao apagar o fogo, junte o coentro. Reserve em uma travessa;
– Na mesma panela, regue mais azeite e o resto da cebola, deixando dourar. Junte as castanhas picadas, e refogue. Ao apagar o fogo acerte o sal e a pimenta.

Montagem:
Em um tabuleiro untado com azeite, faça uma cama de batatas cozinhas e cobra com metade do creme. Cubra com o bacalhau e as castanhas e cubra com o restante do creme de natas.

Leve ao forno alto por cerca de 20 minutos – até gratinar – e salpique o cebolete na hora de servir.

Vou dizer que ficou muito bom!
Servi com vinho branco frutado.